Em show exclusivo, Petrick Garcias traz seus 103 centímetros de bumbum para o Dédalos

Em um super bate-papo, pornstar brasileiro revela que se prepara para brilhar em produções italianas

O sotaque mineirinho deixa ainda mais charmoso o moreno de 1,72 de altura que é um dos grandes destaques do pornô gay nacional. Nos últimos anos Petrick Garcias vem ganhando espaço nesse mercado tão concorrido e hoje mantém um contrato exclusivo com a produtora Hot Boys.
O gato, dono de um lindo sorriso, conversou com a equipe Dédalos durante um ensaio fotográfico na Bela Vista, em São Paulo. As fotos serão usadas nos flyers de divulgação da festa Fucking Hell, que acontece no próximo domingo aqui no bar e vai contar com uma apresentação exclusiva dele no nosso famoso glory ass, espaço destinado “para os passivos colocarem o bumbum pra jogo”, como ele mesmo diz. Petrick estará acompanhado de Dave Henry, ativão com 24 cm.”Quero reviver a cena que gravei lá e é um sucesso de visualizações no Xvídeos” espera.

Petrick se prepara para estrear em produtora italiana (foto: Maxuel Almeida)

Quando tudo começou
Hoje com 29 anos, Petrick, natural de Contagem, ostenta sete produções adultas em seu cúrriculo e dezenas de apresentações em boates, feiras e eventos relacionados ao sexo em geral. Ele conta que sua carreira no mundo erótico começou por acaso.
“Sempre fui meio exibicionista. Os caras que eu me relacionava elogiavam minha performance e me falavam para eu gravar minhas fodas e colocar no Xvídeos. Aí eu comecei a filmar minhas transas e postar. Começou a bombar. Algumas produtoras começaram a me seguir, daí surgiu um convite de um produtor para ir para o Rio integrar o elenco de um filme da Hot Boys em 2018. Fui pra lá, fiz um teste de elenco e passei pra fazer a suruba de carnaval. Dali o diretor viu que eu levava jeito e foi me convidando para mais filmes”.

Petrick com André Leme (foto: Divulgação Hot Boys)


Após o primeiro vídeo, Petrick foi criando relevância no Twitter, até que surgiu, por lá, um convite para se apresentar em uma sauna de Belo Horizonte. “Foi minha primeira experiência em sexo ao vivo e curti demais. Gosto de mostrar pras pessoas o que gosto de fazer na cama. O jeito que eu mamo, como eu sento, como eu dou gostoso (risos)”. Depois disso, surgiram mais convites para performances em casas em BH e no Rio de Janeiro. Ele se aventurou em boates, sex clubs e algumas presenças.
Petrick também não esconde sua preferência por títulos em que participou. Um dos mais famosos, Dando o Cusinho no Terreno Baldio, filmado em uma obra, até hoje é lembrado por fãs que ele encontra em festas ou que o abordam pela internet. Sobre os parceiros de cena, o gato fala sobre alguns que marcaram. “Gravei com o Cesar Dotadão em uma produtora chamada “Bareback.com” que eu curti muito. Também já fiz cenas com André Leme, Cris Negrão, Flávio (Ifoda), entre outros”.

Convite Internacional
Tanta exuberância chamou a atenção do mercado gringo. Nos próximos meses, serão lançados dois filmes com participação dele na Itália. “Um amigo me indicou para uma gravação para uma produtora italiana que rolou aqui no Brasil. Ficou bem diferente de tudo o que já gravei. Fiz duas cenas e estou esperando serem lançadas para poder divulgar”.

O trabalho só rolou porque seu contrato atual ainda permite gravações para canais internacionais ou cenas indepentes para o seu canal próprio no XVídeos. Lá, ele ostenta duas produções gravadas nas dependências do Dédalos Bar. “Vai ser um prazer voltar ao labirinto. Estarei muito bem acompanhado de um ativão. Amo esse espaço de vocês. Acho uma casa diferente, completa. Tem bebidas exóticas, bom atendimento, o diferencial do glory ass e aqui se encontram vários tribos de machos”. Ele encerra com um convite bem tentador ao leitor. “Espero que a galera compereça em peso no domingo. Vamos explorar tudo o que a casa tem para oferecer. Vamos nos perder de prazer nesse labirinto gostoso daqui”. Imperdível, não é mesmo?

Fucking Hell Especial com Petrick Garcias
25/08
19h (apresentação às 22h)
Rua Bento Freitas, 38, República – São Paulo/SP (esquina com o Largo do Arouche)
Entrada: R$ 29

Contato do Petrick para trabalhos: (11) 97326-7800

Compartilhar:

Leave a Reply